Volume de cargas frigorificadas mais que dobra na Ferroeste

Data 20/05/2014 | Assunto: Notícias

A Ferroeste mais que dobrou o volume de cargas frigorificadas no primeiro quadrimestre de 2014 em comparação com a movimentação de anos anteriores. A empresa aumentou, nesses primeiros meses, em 136% o transporte de contêineres frigorificados.
A Ferroeste mais que dobrou o volume de cargas frigorificadas no primeiro quadrimestre de 2014 em comparação com a movimentação de anos anteriores. A empresa aumentou, nesses primeiros meses, em 136% o transporte de contêineres frigorificados.
Esse tipo especial de contêiner leva o frango congelado que é produzido pelas cooperativas do Oeste do Paraná até o Porto de Paranaguá, onde o produto é embarcado para países do Oriente Médio e da Europa.
Segundo o diretor de Produção da Ferroeste, Rodrigo César de Oliveira, “a opção por ferrovia para fazer o transporte de frigorificados representa para o produtor uma economia nos fretes de até 32%, quando comparada com o modal rodoviário”.
A operação ferroviária, explica o dirigente, reduz o custo logístico das operações de exportação, o que beneficia diretamente as cooperativas e os produtores da região.
Pensando nisso, em 2013, a Cotriguaçu, que reúne um grupo de cooperativas do Oeste, inaugurou a primeira fase de seu terminal ferroviário em Cascavel, com investimento inicial de R$ 40 milhões e capacidade de carga de até 80 contêineres por dia.
A movimentação de contêineres frigorificados pela Ferroeste, no primeiro quadrimestre, entre os anos de 2011 e 2013, foi em média de 20,5 mil toneladas úteis, sendo que no mesmo período de 2014 foram movimentadas 48,4 mil toneladas úteis. Isso representa um crescimento médio maior que 136%. Desde o ano passado, as cargas frigorificadas passaram a ocupar o segundo lugar em importância no faturamento da companhia.
TOTALIZAÇÃO
Segundo o diretor, neste quadrimestre, no somatório de todos os tipos de cargas conteinerizadas (congelados, carga seca e outros), em relação aos anos anteriores, a Ferroeste também melhorou o desempenho.
Em relação a 2013, o crescimento do transporte total de cargas com contêineres foi de 16%. Quando comparado com o ano de 2012, o resultado é ainda melhor, sendo o acréscimo de movimentação da ordem de 50% .





Está notícia foi publicada no Ferroeste
http://www.ferroeste.pr.gov.br

Endereço desta notícia:
http://www.ferroeste.pr.gov.br/modules/noticias/article.php?storyid=773